Notícias

LEROY MERLIN CHEGA A LONDRINA E  TRAZ MODELO DE SUSTENTABILIDADE AO VAREJO DA CIDADE
  • LEROY MERLIN CHEGA A LONDRINA E  TRAZ MODELO DE SUSTENTABILIDADE AO VAREJO DA CIDADE
  • LEROY MERLIN CHEGA A LONDRINA E  TRAZ MODELO DE SUSTENTABILIDADE AO VAREJO DA CIDADE
  • LEROY MERLIN CHEGA A LONDRINA E  TRAZ MODELO DE SUSTENTABILIDADE AO VAREJO DA CIDADE

LEROY MERLIN CHEGA A LONDRINA E TRAZ MODELO DE SUSTENTABILIDADE AO VAREJO DA CIDADE

22/12/2012

A Leroy Merlim inaugurou no dia 17 de outubro a primeira loja da rede francesa de materiais de construção na cidade. Com mais de 65 mil itens ofertados, desde  materiais de construção à itens de decoração , a loja apresenta um conceito inovador em  multiespecialidades. Com mais de 300 unidades em diversos países, a loja de Londrina é a 28ª da rede no Brasil, onde atua há 14 anos, com lojas em diversas cidades dos principais estados brasileiros.

Além do conceito inovador, a Leroy Merlin também é comprometida com a sustentabilidade e busca como parte de seu desenvolvimento sustentável evitar impactos negativos na natureza. A rede oferece aos seus clientes e colaboradores uma Estação de Coleta Seletiva em todas as lojas, ajudando o consumidor a descartar corretamente os resíduos, preservando o meio ambiente.

São duas estações em cada loja, uma interna e outra externa, onde além dos quatro  grupos básicos (papel, plástico, vidro e metal), também deposita-se resíduos especiais como pilhas, baterias, carregadores de celulares e lâmpadas.

E por falar em lâmpadas, a Leroy Merlim é a única loja de varejo no Brasil que faz a correta descontaminação e reciclagem das lâmpadas fluorescentes, as quais podem ser depositadas nas estações externas das lojas, em um coletor especial, onde são descartadas na horizontal, evitando assim quebras e contaminações.

A Baplight não poderia deixar de estar presente junto a esta iniciativa e atua em parceria com a loja desde sua inauguração  na cidade, realizando  a coleta e descontaminação das lâmpadas depositadas nas estações de coleta seletiva da unidade. 

A coleta e descontaminação são feitas in loco, evitando assim o transporte do resíduo.  As lâmpadas são trituradas através de um sistema de vácuo onde os elementos são separados por filtros especiais.  O vidro é triturado, as substancias toxicas são retiradas, como o mercúrio, que vai para instituto de pesquisas, depois são retiradas as peças de metal que são encaminhadas para fundições e o vidro que sobre é reutilizado para reciclagem.

Desde a inauguração são em média 500 lâmpadas recicladas ao mês, e a tendência é que este número só aumente!

Outras notícias